Links Especiais:

Vacheron Constantin Calibre 2253

  • Publicado segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

A Vacheron Constantin apresentou recentemente o Patrimony Traditionnelle – Calibre 2253, um modelo que caracteriza-se por conter uma grande complicação astronômica.

O novo calibre 2253, fabricado integralmente pelo departamento técnico da Vacheron Constantin, exigiu investimento de milhares de horas, e oferece várias informações obtidas a partir da órbita descrita pela Terra ao redor do Sol, tais como: calendário perpétuo, a equação do tempo e as horas do nascer e do pôr-do-sol, além do tourbillon.

Com a experiência obtida em 2005, quando a Vacheron Constantin produziu o modelo Saint-Gervais – Calibre 2250, em comemoração ao seu 250º aniversário, a equipe técnica conseguiu uma excepcional reserva de corda de 250 horas. No Patrimony Traditionnelle – Calibre 2253, os engenheiros e relojoeiros foram além, e alcançaram, apesar de sua complexidade mecânica, a impressionante reserva de corda de 336 horas, ou aproximadamente 14 dias. A reserva de corda pode ser vista através da parte traseira da caixa, protegida por cristal de safira.

Com certeza, a equação do tempo é a complicação mais fascinante deste excepcional modelo. A sua função consiste em indicar em minutos a diferença entre a hora solar variável, indicada por um relógio de sol, e a hora universal e constante dos relógios. Por razões práticas, o homem dividiu o ano em 365,25 dias, dividiu o dia em 24 horas e cada hora em 60 minutos. Contudo, a hora marcada pelo sol varia de um dia para o outro, pois a órbita da terra não é circular, mas elíptica. Portanto, o meio dia solar, ou seja, a hora na qual o sol se encontra no zênite (posição perpendicular à Terra), poucas vezes coincide exatamente com as 12:00 horas do relógio. Na verdade, a hora solar e a hora universal só coincidem quatro vezes ao ano: nos dias 15 de abril, 14 de junho, 1º de setembro e 24 de dezembro. No resto do ano, a diferença entre ambas as horas oscila entre -16 e +16 minutos.

O relógio mais antigo que indicava a equação do tempo foi fabricado pelo matemático Nicolaus Mercator no século XVII, e permitia que as pessoas convertessem o meio-dia solar variável na hora legal constante marcada pelos seus relógios. Os poucos instrumentos que calcularam a equação do tempo desde então foram fabricados por relojoeiros extremamente competentes.

Não há dúvidas de que para conseguir que esta complicação funcione é necessária uma habilidade especial. Seu funcionamento pressupõe a utilização de um came (eixo excêntrico), uma peça metálica com a forma de um “8”, conhecido como “equação”, determinada a partir da declinação diária do sol observada de um determinado ponto. O came dá uma volta por ano, e um ponteiro indica a equação do tempo entre as posições 10 e 11 horas do mostrador do Patrimony Traditionnelle – Calibre 2253, que pertence à Collection Excellence Platine.

Outra função que caracteriza o Patrimony Traditionnelle – Calibre 2253 é a indicação das horas do nascer e do pôr-do-sol, em uma determinada localidade. Esta delicada complicação também depende de um came, cujo perfil se define a partir da latitude da localidade, o que vem a demonstrar tanto a destreza dos engenheiros e relojoeiros da fábrica como a atenção que a Vacheron Constantin dedica aos seus clientes, os quais podem escolher o lugar dos nasceres e pores-do-sol. Neste sentido, trata-se de uma complicação personalizada, cujas indicações estão dispostas simetricamente no mostrador, nas posições 4 e 8 horas.

A estrutura do tourbillon, na forma da Cruz de Malta, o clássico emblema da marca, dá uma volta por minuto, como uma pequena indicação de segundos. O calendário perpétuo, mostrando o mês, o dia do mês e o dia da semana, encontra-se simetricamente às 3, 9 e 12 horas. O indicador de ano bissexto foi colocado discretamente na posição 1 hora.

O acabamento sofisticado do Patrimony Traditionnelle – Calibre 2253 está à altura da sua complexidade, e conta com muitas peças em platina, tais como a caixa de 43 mm, hermética até 30 metros de profundidade, o mostrador com a inscrição PT950, a coroa e o fecho dobrável na forma de meia Cruz de Malta. Outro detalhe único no âmbito da relojoaria é a produção em platina dos ponteiros dauphine de horas e minutos. Além disso, os marcadores das horas e a Cruz de Malta são em ouro branco.

Edição limitada a apenas 10 exemplares.

Preço: US$ 530.000 (sem impostos e frete)

Para conhecer mais detalhes do Vacheron Constantin Patrimony Traditionnelle – Calibre 2253, visite o site: www.vacheron-constantin.com


Assista abaixo ao vídeo corporativo do  Vacheron Constantin Patrimony Traditionnelle – Calibre 2253