Links Especiais:

JLC Master Grande Tradition Tourbillon 43

  • Publicado quinta-feira, 10 de março de 2011

Durante o Salon International de la Haute Horlogerie (SIHH 2011), realizado no último mês de janeiro, as grifes de haute horlogerie tiveram a oportunidade de expor seus mais novos lançamentos e tendências para o ano de 2011.

A Jaeger-LeCoultre, conhecida por seu espírito incansável na busca pela alta precisão e pela complexidade artesanal de seus relógios, apresentou o Master Grande Tradition à Tourbillon 43, um magnífico modelo masculino que celebra um dos melhores calibres já desenvolvidos in-house pela marca suíça.

O número ’43′ do nome é uma referência aos 43 mm de diâmetro da caixa, que conta com o design clássico da Jaeger-LeCoultre, próprio para o homem que prefere peças atemporais e discretas. Em ouro rosa ou platina, os entusiastas da precisão e da pontualidade encontrarão no Master Grande Tradition um relógio elegante e de fácil ajuste, graças às regulagens em ambos os sentidos da coroa. A estanqueidade deste modelo é garantida até 50 metros de profundidade.

O movimento mecânico automático é proporcionado pelo consagrado mecanismo desenvolvido pela Jaeger-LeCoultre – o JLC Calibre 978, confeccionado, montado e decorado inteiramente à mão, em um meticuloso trabalho artesanal. O robusto pêndulo de alta freqüência foi confeccionado em ouro rosa 22 quilates e orquestra as complicações do modelo – o tourbillon marcador dos segundos e o segundo fuso horário. As funções convencionais de horas, minutos e data são precisas e altamente técnicas. A reserva de corda é de 48 horas.

O dial do Master Grande Tradition à Tourbillon 43 é um verdadeiro tributo ao classicismo e ao refinamento masculino. O fundo, nos tons bege ou cinza, combina com os materiais ouro rosa ou platina, respectivamente. Sobre este plano de fundo, é possível identificar os números arábicos de 1 a 31 que circundam o mostrador principal, indicando a data através do ponteiro mais fino do eixo principal. Impossível não notar que entre os dias 15 e 16, o ponteiro realiza um salto, para não obstruir a bela visualização do tourbillon. Neste mesmo plano, a inscrição ‘Calibre Automatique 978’ faz referência ao mecanismo.

No plano principal, os indicadores de horas em formato piramidal substituem os algarismos, com intervalos a cada 5 minutos. O mostrador do segundo fuso horário tem base de 24 horas e está localizado na posição 12 horas, com um lindo trabalho guilloché que identifica o dia (entre 6 e 18 horas), com um efeito gráfico de raios solares.

Na posição 6 horas, para deleite dos entusiastas por complicações, é possível admirar a beleza do funcionamento do tourbillon durante a marcação dos segundos. Decorado à mão, o tourbillon conta com carrilhão em liga de titânio ultra-resistente e leve, o que requer o mínimo de energia para manter suas rotações e evitar distorções. Feito em ouro rosa 22 quilates com um lindo trabalho artístico em relevo, um único pêndulo mantém o mecanismo oscilante e assegura sua alta precisão.

Os ponteiros receberam tonalidades de acordo com o material da caixa e da luneta. Ponteiros dourados acompanham a versão em ouro rosa, enquanto o banho de ródio confere o look prateado dos exclusivos modelos em platina.

Sobre o dial, um cristal de safira super-resistente recebeu tratamento anti-reflexo e anti-riscos. A luneta, em ouro rosa ou platina, possui design liso que se harmoniza com a discrição do relógio.

A pulseira, em couro de crocodilo, possui fecho do tipo fivela, e está disponível na cor marrom para o relógio em ouro rosa ou em preto para o exemplar em platina.

O Master Grande Tradition à Tourbillon 43 encarna o triunfo da precisão e é um excelente exemplo da dedicação de ourives, relojoeiros e mestres artesãos a um trabalho rico em detalhes memoráveis.

Durante o SIHH, a Jaeger-LeCoultre apresentou duas versões deste relógio: a referência Q1662510 em ouro rosa e pulseira marrom, e a Q1662520 em platina e pulseira preta.

O modelo em platina é uma edição limitada a apenas 200 unidades, e conta com a inscrição ‘Tourbillon Chronométrie’ em seu dial, como uma homenagem ao calibre 978 por ter vencido o importante concurso de precisão Chronométrie 2009, organizado pelo Museu do Relógio de Le Locle.

Preço: sob consulta

Para maiores informações, visite o site: www.jaeger-lecoultre.com

Redação Blog do Luxo – Todos os direitos reservados