Links Especiais:

Audemars Piguet Royal Oak Offshore Diver

  • Publicado domingo, 12 de setembro de 2010

A história da Audemars Piguet começa em 1875, no Vallée de Joux, na Suíca, quando Jules-Louis Audemars, com 23 anos de idade, conheceu Edward-Auguste Piguet, de apenas 21, e começaram a trabalhar juntos, produzindo relógios. Audemars começou produzindo os componentes e Piguet fazia a função de repasseur, realizando as regulagens finais de cada peça. Assim surgiu a Audemars, Piguet et Cie. Desde 1882, membros das famílias Audemars e Piguet dirigem direta ou indiretamente a empresa.

Projetada por Charles Gérald Genta, um renomado designer, a linha Royal Oak foi lançada em 1972 e foi um marco na relojoaria mundial, pois criou o mercado dos relógios de luxo confeccionados em aço inoxidável.

O mais recente exemplar da linha Royal Oak é o Offshore Diver, um relógio simples, elegante e funcional, projetado para proporcionar uma excelente leitura do dial e a marcação precisa do tempo de mergulho.

O Audemars Piguet Royal Oak Offshore Diver preenche todos os requisitos da norma NIHS 92-11, que estabelece padrões para certificação de relógios para mergulhos profissionais, tais como:

- Dispositivo de controle do tempo de mergulho: no Offshore Diver, a luneta com a medição do tempo, que nos outros relógios de mergulhos, é externa, foi posicionada na parte interna do dial. Para garantir total segurança ao mergulhador, a regulagem é feita através de uma coroa rosqueada, localizada na posição 10 horas. Para marcar o tempo deve-se desrosquear a coroa e girar o pino, o que faz com que o aro interno com os números vá até a posição desejada.

- Visibilidade: o dial do Offshore Diver proporciona leitura perfeita no escuro, à distância de 25 cm. Os ponteiros, em ouro branco, e os marcadores de hora contam com material luminescente.

- Estanqueidade e resistência ao sal: a caixa de aço inoxidável de 42 mm do Offshore Diver é resistente à água até 300 m de profundidade. Imerso em água salina, o Offshore Diver passou em todos os testes, pois sua caixa não apresentou modificações e suas partes móveis continuaram a funcionar perfeitamente.

- Anti-magnetismo e resistência a choques e variações térmicas: totalmente à prova da ação de campos magnéticos, a caixa do Offshore Diver protegeu também o mecanismo contra choques e variações de temperatura.

- Resistência a forças externas: todos os anexos à caixa como pulseira de borracha, os pinos e a fivela, foram projetados para resistir a forças de até 200 N.

Preço: US$ 15.200 (sem impostos e frete)

Para conhecer mais detalhes do Audemars Piguet Royal Oak Offshore Diver, visite o site: www.audemarspiguet.com

Assista abaixo ao vídeo corporativo do Audemars Piguet Royal Oak Offshore Diver