Links Especiais:

Trinity de Cartier, símbolo de sofisticação

  • Publicado sábado, 18 de dezembro de 2010

Em 1924, a Cartier revelou ao mundo uma aliança de casamento e uma pulseira de design extremamente inovador: assim nascia a coleção Trinity de Cartier.

Um anúncio da revista Vogue dos anos 1920, anunciava “A nova jóia de Cartier”, e as descrevia como “incrivelmente elegantes”, em um texto disposto sobre a foto de uma modelo que usava o exuberante conjunto de anel e pulseira, clicada pelo renomado fotógrafo Edward Steichen.

A combinação simples de três tons de ouro – branco, amarelo e rosa – se tornou um verdadeiro símbolo de luxo e sofisticação. Costuma-se dizer que os três ouros representam diferentes estágios de um relacionamento: o ouro branco significa a amizade; o ouro rosa, o amor; e o ouro amarelo, a fidelidade. Desta forma, as alianças Trinity têm expressado os encontros românticos de inúmeras gerações.

Até hoje, a série Trinity de Cartier continua a ser muito desejada por sua elegância. A coleção cresceu e passou a incluir algumas variações, como brincos e peças decoradas com diamantes, sem contar as opções em platina e cerâmica. Entretanto, um aspecto permanece intacto: o design dos três elos entrelaçados.

Apesar do flagship continuar sendo o clássico anel de 4 mm de largura, a Cartier apresenta como estrelas desta coleção as jóias cravejadas por diamantes transparentes, que refletem o brilho da luz de maneira inigualável. Uma versão ainda mais delicada, com diamantes rosas, amarelos e transparentes está disponível em pulseiras e anéis mais estreitos.

Não há dúvida que as peças da coleção Trinity estão entre as mais adoradas jóias da grife Cartier, por seu estilo extravagante e distinto, que passa de uma para outra geração, sem perder beleza, glamour e reconhecimento.

Preços: a partir de US$ 26.700 (sem impostos e frete)

Para maiores informações, visite o site: www.cartier.com