Links Especiais:

Whisky Glenfiddich 50 Years Old, preciosidade

  • Publicado sábado, 20 de agosto de 2011

Há mais de 120 anos, William Grant, seus sete filhos e duas filhas decidiram erguer as primeiras pedras da destilaria Glenfiddich. Ao longo das décadas, gerações de operários e artesãos têm trabalhado para produzir um dos melhores whiskies do mundo.

No dia 28 de julho de 2009, a destilaria mais ilustre da Escócia revelou um dos seus whiskies mais raros e mais preciosos já produzidos…

Na Glenfiddich, o tempo é um bem precioso, um ingrediente fundamental, mas muitas vezes esquecido durante a fabricação do whisky. O Glenfiddich 50 Years Old, passou cinquenta anos amadurecendo, envelhecendo. São 18.250 dias. 438.000 horas. 26.280.000 minutos. Ele enfrentou períodos de guerras e revoluções culturais, assistiu o vai e vem da moda, viu o homem conquistar as estrelas e pisar na Lua! Cresceu ao lado de uma geração da família Grant e de muitos operários leais da Destilaria Glenfiddich. Ele passou uma vida toda descansando no Armazém 8, assistindo o mundo mudar.

Dizer que Peter Gordon tem whisky fluindo em suas veias pode parecer um eufemismo. Peter – trineto de William Grant, membro da quarta geração – começou a trabalhar na Destilaria Glenfiddich em 1976 e se submeteu a um longo e cansativo processo de aprendizado, como qualquer outro operário. Quando o carvão das caldeiras de cobre já estava inutilizado, o jovem Peter rastejava pelos fornos e chaminés para raspar a fuligem compactada. Hoje, ele é o presidente desta empresa familiar e orgulha-se de desvendar o Glenfiddich 50 Years Old, um dos mais excepcionais whiskies já produzido na Destilaria Glenfiddich.

David Stewart é o mais experiente e mais respeitado Mestre de Malte da indústria de whiskies escoceses. Ele é apenas o quinto Mestre de Malte da história da Glenfiddich, durante os mais de 120 anos de sua existência. Seu trabalho consiste em abastecer cuidadosamente cada um dos barris de whisky da destilaria. O Glenfiddich 50 Years Old passou mais de quatro décadas e meia sob seus cuidados. Trabalhando com uma equipe distinta e duradoura de operários, ele realmente fez história, já que menos de 1 em 100.000 barris são considerados dignos de serem engarrafados com whiskies tão raros.

Dennis McBain trabalhou na Glenfiddich mais do que qualquer outro operário de sua história. Como caldeireiro, é seu trabalho fazer, e excepcionalmente reparar, as pequenas caldeiras de cobre da destilaria, recriando os equipamentos de destilação originais de William Grant. O trabalho do caldeireiro é artístico e requintado, e toda a sua vida de trabalho – cerca de 50 anos – foi dedicada a dar formas às caldeiras de cobre da Destilaria Glenfiddich, construindo o espírito que se transforma em um dos mais raros e mais renomados whisky single malt da Escócia.

Don Ramsay começou a trabalhar como tanoeiro (montador de barris) no Natal de 1961, uma semana após seu aniversário de quinze anos. Hoje, ele é o Mestre Tanoeiro e coleciona a grande marca de ter montado cerca de 250.000 barris. Isso significa dizer que Don pode ser considerado o responsável por um incrível total de 60 milhões de garrafas de whisky, incluindo o Glenfiddich 50 Years Old. Os barris de carvalho contribuem com cerca de 70% para o sabor final de um whisky, por isso eles precisam ser mantidos na melhor condição possível – uma arte na qual Don Ramsay é um especialista.

Sob o teto de madeira do Armazém 8 ‘dorme’ o líquido mais precioso da Destilaria Glenfiddich. Este é o lugar onde os mais raros whiskies descansam, e é o trabalho de Eric Stephen, o Mestre dos Armazéns, saber onde cada valioso barril é mantido. Ele trabalha na destilaria há mais de 45 anos, completando a tão qualificada equipe de David Stewart. O Armazém 8, finalmente revelou seu maior tesouro: dois barris amadurecidos para a perfeição, uma jóia extraordinária que coroa a Destilaria Glenfiddich.

Com tantas qualificações, já era de se esperar que a Glenfiddich também cuidasse da garrafa que carrega este maravilhoso whisky. O Glenfiddich 50 Years Old conta a história da destilaria. Esta primeira safra foi criada a partir de apenas nove barris, com enchimentos entre 1937 e 1939, como lembrança para o ano de nascimento de cada um dos filhos mais velhos de William Grant, que ajudaram o pai a construir a Destilaria Glenfiddich à mão em 1886.

Apenas 50 garrafas do Glenfiddich 50 Years Old serão lançadas por ano, durante os próximos dez anos, o que tornará este whisky ainda mais exclusivo. No total, serão comercializadas apenas 500 garrafas. Cada uma delas é decorada com um típico rótulo escocês em prata e são numeradas individualmente à mão. A garrafa é apresentada em uma linda caixa, toda revestida em couro costurado à mão, com interior forrado em seda personalizada. Além da garrafa, o estojo também traz um livro contando a história do whisky Glenfiddich 50 Years Old e um certificado de autenticidade assinado por todos os operários aqui apresentados, além de Charles Gordon. E como todo rico tesouro, a caixa possui fechadura e chave, para permanecer bem guardado.

O Glenfiddich 50 Years Old possui cor de ouro, um pouco mais matte. Ao olfato, o whisky possui um aroma complexo. Há uma maravilhosa harmonia de delicadas notas florais (pétalas de rosas e violetas), curiosamente entrelaçadas com folhas de tabaco e carvalho verde. Um aroma intenso e elevado.

O sabor é doce, inicialmente como um caramelo de baunilha com um toque de laranja; em seguida, parece uma cascata, com camadas de ervas aromáticas, flores e frutos macios, sedosos taninos do carvalho e nuances defumadas muito suaves. As notas de acabamento são longas, com um toque de carvalho seco e uma pitada de especiarias.

Se você se deleitou com a história deste whisky tão especial para a Destilaria Glenfiddich, saiba que ainda tem mais: para os milionários que estiverem dispostos a desembolsar cerca de 2 milhões de dólares, a destilaria oferece uma experiência única. Um pacote para uma viagem deslumbrante que inclui uma visita particular à destilaria Glenfiddich em Dufftown, Escócia, conduzida pelo Mestre de Malte Biran Kinsman (com a oportunidade de aprender em primeira mão os segredos do preparo do famoso malte Glenfiddich); uma garrafa edição especial de Glenfiddich 50 Years Old; hospedagem por duas noites no Castelo de Ballindalloch, da família Macpferson-Grant desde 1546, onde o hóspede será homenageado com um jantar; viagem ida e volta de primeira-classe para duas pessoas a partir de qualquer cidade dos Estados Unidos para Edimburgo; uma noite de estadia com jantar no famoso Hotel Prestonfield, em Edimburgo, além de uma visita guiada ao Castelo de Edimburgo; passeio privado de helicóptero por Edimburgo e pelas montanhas escocesas até a Destilaria Glenfiddich; e, por fim, uma visita particular ao histórico Moinho de Madeira Johnston, com um almoço tradicional escocês juntamente com seu proprietário.

Uma história, um whisky e uma viagem para poucos.

Preço: US$ 26 mil (sem impostos e frete)

Para maiores informações, visite o site: www.glenfiddich.com

Redação Blog do Luxo – Todos os direitos reservados www.blogdoluxo.com

Assista abaixo a uma entrevista com Ian Millar, o embaixador da Glenfiddich, que conta um pouco mais sobre a produção do exclusivo Glenfiddich 50 Years Old