Links Especiais:

Vinho Château Lafite Rothschild

  • Publicado terça-feira, 16 de novembro de 2010

Situado em Pauillac, o maior vilarejo produtor de vinhos da região de Médoc, a noroeste de Bordeaux na França, a propriedade vinícola Château Lafite Rothschild produz um dos vinhos tintos mais consistentes e mais caros do mundo.

A história deste vinhedo teve início em 1234, porém foi apenas sob o domínio da família Ségur, durante o século XVII, que a produção de vinhos despontou. Há indícios que as vinhas já existiam a algum tempo naquele terroir, porém foi apenas por volta de 1680 que Jacques de Ségur deu início à plantação da maioria das parreiras que tomaram conta do vinhedo até os dias atuais. No início do século XVIII, o Marquês de Ségur refinou as técnicas de produção, introduzindo seus vinhos para a nata da sociedade européia, tornando-o conhecido como o ‘Vinho do Rei’.

Os vinhos cruzaram o Oceano Atlântico e até mesmo o primeiro presidente dos Estados Unidos, George Washington, tinha o hábito de degustar o primoroso Château Lafite Rothschild.

Apenas quatro produtores de vinhos Château de Bordeaux cumpriram com as rigorosas exigências da classificação de 1855 e conseguiram o status de First Growth of Bordeaux. Destes, o Château Lafite Rothschild é indiscutivelmente o vinho mais reverenciado, tanto por seu rico sabor, como por ser um investimento seguro e altamente rentável.

Um dos maiores vinhedos de Médoc, a propriedade do Château Lafite Rothschild conta com mais de 100 hectares de vinhas, que produzem anualmente cerca de 35.000 caixas de vinhos, sendo de 15.000 a 25.000 caixas de vinhos grand cru.

As uvas são colhidas a mão e provém de três lotes: uma seleção de uvas plantadas no entorno do Château, uvas da planície de Carruades e frutas de um pequeno terreno de St. Estèphe. A maior predominância é de uvas Cabernet Sauvignon (71%) e Merlot (25%), complementadas por menores quantidades de Cabernet Franc (3%) e Petit Verdot (1%). A colheita é feita de forma seletiva e segue regras severas, especialmente no caso de safras abundantes, onde parte das uvas pode ser descartada.

A média de idade dos vinhedos é de 30 anos. Uvas mais jovens, com menos de 10 anos de plantio, não são consideradas para o grand vin, o que faz com que a boa parte dos frutos ultrapasse os 40 anos de idade. O lote mais antigo inclui as uvas de La Graviere, com 115 anos, que tem sido conservado até hoje graças ao tratamento do solo, que combina pedregulhos, areia e uma base de rocha calcária do período terciário.

Após a colheita manual, a fermentação do grand vin ocorre sob condições de temperatura controlada e dentro de tonéis de aço inoxidável, antes de seguir para o envelhecimento em barris de madeira. Neste ponto, a fermentação das diferentes uvas ocorre separadamente.

O blend ideal de uvas segue para fermentação em 27 barris de carvalho da Bósnia por 18 a 20 meses, antes de passar para a fase de envelhecimento por cerca de 24 a 30 meses em barricas de carvalho Bordelaise.

Todo o processo, desde a colheita da uva até o engarrafamento, é rigorosamente supervisionado pelo Barão Eric de Rothschild, o atual administrador do vinhedo.

Uma das principais características do Château Lafite Rothschild é ser um vinho mais feminino, não tão delicado, mas muito elegante e sedutor, que possui um aroma inconfundível de amêndoas e violetas.

O preço recorde alcançado em leilão por uma garrafa do Château Lafite Rothschild foi US$ 160.000. O vinho safra 1787 pertencia à coleção de Thomas Jefferson.

As melhores safras, desejadas por colecionadores do mundo todo, são 1975, 1976 (eleito o melhor vinho em Bordeaux naquele ano), 1978, 1979, 1981, 1982 (um ano monumental para Lafite), 1985, 1986, 1988, 1989, 1990 , 1995, 1996, 1998, 2000, 2003, 2005 e 2008.

Em todas as safras, o Château Lafite Rothschild é um dos vinhos mais caros que se pode comprar. Para os investidores, o retorno extremamente rentável faz com que ele seja desejado também em termos financeiros, com valorizações que superam os 100% sobre o investimento.

Preço: a partir de US$ 8.000, dependendo da safra (sem impostos e frete)

Para maiores informações, visite o site: www.lafite.com

Assista ao maravilhoso vídeo abaixo, onde Charles Chevallier, manager dos vinhedos Château Lafite Rothschild, fala um pouco sobre as perfeitas condições e a atenção aos detalhes que envolvem a produção de um dos vinhos mais cobiçados do mundo