Links Especiais:

Eurocopter EC 130 B4

  • Publicado quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

O monomotor EC 130 B4 da Eurocopter é o mais avançado componente da família de helicópteros Esquilo. Além do EC 130, também fazem parte da família Esquilo os modelos AS 350 B2, AS 350 B3 e o bi turbina AS 355 NP. Mais de 3.150 helicópteros modelo Esquilo já foram comercializados em todo o mundo.

O EC 130 possui características que garantem um nível de ruído de 7 decibéis abaixo do estabelecido no capítulo 8 da ICAO – International Civil Aviation Organization – a Organização Internacional de Aviação Civil. Seu nível de emissão de ruídos atende e supera não apenas toda a legislação atual, mas também o estabelecido para os próximos 10 anos. Esses níveis baixos de ruído são, em grande parte, devidos ao rotor de cauda Fenestron, patenteado pela Eurocopter.

O conjunto de dez lâminas do rotor traseiro Fenestron estão dispostas assimetricamente e são espaçadas em intervalos diferentes. Nos helicópteros convencionais, grande parte do som produzido vem dos rotores de cauda, mas, com o rotor Fenestron, a principal fonte de ruído no EC 130 é do escape do motor e do atrito das lâminas do rotor principal com o ar.

Para completar o conjunto de características que fazem do EC 130 B4 um helicóptero extremamente silencioso, estão também presentes o sistema de voo auxiliado pelo FADEC – Full Authority Digital Engine (or Eletronics) Control – ou Controle Digital de Comando Pleno do Motor e o rotor de velocidade variável controlada.

O EC 130 B4 é um helicóptero derivado do AS 350 B3, do qual usa muitos componentes, tais como a estrutura principal, conjuntos mecânicos, o rotor principal, o motor e os controles de comando. A principal diferença entre o EC 130 – construído na França – e AS 350 – construído na Alemanha – é que o EC 130 tem o rotor Fenestron ao invés do rotor de cauda convencional e suas pás giram no sentido contrário.

O helicóptero, homologado para voar com apenas um piloto, é equipado com controle coletivo convencional. Os equipamentos do painel foram configurados para reduzir a carga de trabalho do piloto através do VEMD – Vehicle and Engine Management Display, isto é, um display de gerenciamento do motor.  O EC 130 ainda conta com um sistema de aviso de proximidade do solo da Honeywell, integrado com um GPS Garmin 430 e um display digital que fornece a imagem tridimensional do terreno sobrevoado.

A cabine, com 2,05 m de largura é 25 centímetros mais larga do que o Esquilo AS 350. Este espaço extra permite a colocação de três bancos dianteiros, outra grande diferença do EC 130 em relação aos outros modelos da marca. O sistema de ar condicionado tem saídas de ar tanto na cabine quanto no compartimento de carga e sua unidade é instalada na cauda.

O EC 130 é equipado com uma turbina Turbomeca Arriel 2B1 e tem potência de 632 kW ou 847 cv. O motor é equipado com FADEC de duplo canal, com backup analógico. Os sistemas de voo contam com equipamentos duplicados. Assim, são dois computadores de voo, múltiplos sensores de motor, além de dois sistemas hidráulicos.

O trem de pouso do EC 130 B4 é maior do que nos outros modelos Esquilo, projetado de forma a estabilizar a extremidade traseira do helicóptero ao mesmo tempo em que cria um efeito de sustentação da aeronave.

O EC 130 B4 pode acomodar o piloto e mais 2 passageiros nos bancos dianteiros e mais 4 passageiros nos assentos traseiros. Tem autonomia de 640 km e velocidade de cruzeiro de 235 km/h.

Estas são as características que fazem do EC 130 B4 o melhor e mais avançado helicóptero mono turbina do mundo.

Preço: US$ 2,1 milhões

Para maiores informações, visite o site do fabricante: www.eurocopter.com

Assista abaixo a um vídeo corporativo sobre o EC 130 B4